Resoluções da 1ª Assembleia Executiva da FLEMACON 2023, em 15/02/2023, Montevidéu, Uruguai

0
61


Resoluções 1ª Assembleia Executiva da FLEMACON 2023.

No dia 15 de fevereiro de 2023, na cidade de Montevidéu, Uruguai, foi realizada a primeira reunião do Comitê Executivo da FLEMACON, após o 4º Congresso da FLEMACON, que aconteceu de 2 a 4 de dezembro de 2022, em Santiago do Chile.

Nesta 1ª reunião executiva FLEMACON 2023, participaram as seguintes entidades oficiais e fraternas: Presidente UITBB, responsável pelo cone sul da Federação Sindical Mundial-FSM, presidente FLEMACON, FETRACOM-BASE – Brasil, Sindicato Nacional da Construção e Anexos da Uruguai – SUNCA, Federação dos Trabalhadores da Construção Civil do Peru – FTCCP, Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Construção Civil de Cuba – SNTC, Sindicato Único dos Trabalhadores da Indústria de Materiais de Construção da Colômbia – SUTIMAC, CNTCh-SINTEC do Chile. Convidados Fraternos: Confederação dos Sindicatos de Trabalhadores da Construção da Bolívia CSTCB, Sindicato Argentino de Fabricação de Couro – SAMC, Sindicato Nacional Único de Trabalhadores da Indústria da Construção e Similares – SUNTRACS – Panamá.

No marco do 18º Congresso do SUNCA e dos “50 anos da greve geral”, as delegações participaram da atividade denominada “EM DEFESA DA DEMOCRACIA NA AMÉRICA LATINA”, para analisar o cenário social da região e a luta dos trabalhadores em diferentes países.

A reunião da FLEMACON começou com os relatórios políticos das respectivas delegações para, em seguida, reafirmar o compromisso com a agenda da FLEMACON aprovada no 4° Congresso.

Somos solidários com o povo e os trabalhadores da Turquia e da Síria, que sofreram a catástrofe natural de um terremoto de magnitude 7,8 em 6 de fevereiro deste ano, com perdas humanas de mais de 50.000 mortes.

Solidarizamo-nos com a luta do povo peruano pela recuperação da democracia e pela iminente renúncia de Dina Boluarte e do Congresso peruano, denunciamos e repudiamos as tentativas da oligarquia e do direito de dividir o movimento sindical, bem como a perseguição terrorista, que tem levado a cabo os grupos golpistas no Peru contra dirigentes sindicais da CGTP e FTCCP.

Somos solidários com a Cuba socialista e seu bravo povo, exigimos o fim do bloqueio econômico, comercial e financeiro que o governo dos Estados Unidos impõe a Cuba há mais de 63 anos.

Somos solidários com as mudanças democráticas na Colômbia, onde a transformação para um país com mais direitos está sendo vivida com o presidente Gustavo Petro e vice-presidente Francia Márquez à frente, repudiamos o assassinato sofrido por dirigentes sindicais como o também presidente da SUTIMAC Manuel Fernández que tem toda a solidariedade da FLEMACON, nos solidarizamos com o povo e os trabalhadores da Bolívia e sua luta pela democracia diante das tentativas de golpe da oligarquia e da direita, estamos com a luta pelo fortalecimento sindical no Panamá e na Argentina, com o Chile que luta por uma nova Constituição, por 40 horas semanais de trabalho e a unidade sindical na construção, para enfrentar uma futura negociação por ramo ou nacional.

Nos solidarizamos com o povo trabalhador do Brasil e a luta pela unidade do movimento sindical em defesa do programa democrático encabeçado por Lula, repudiamos o avanço golpista da oligarquia e o fascismo de extrema direita que devemos deter o continente.

Destacamos a importância de investir na formação de quadros da corrente política e sindical classista, antifascista, fiéis aos princípios da independência patronal, e contra o corporativismo, sindicalismo, economistas, pela defesa do ambiente e dos direitos das
mulheres, oficinas ou seminários que estimulem a provocar unidade de ação, como ferramenta eficaz para a formação de jovens dirigentes sindicais, ampliação e construção do mundo dos trabalhadores, aumentando a capacidade de elaboração, condição, mobilização do sindicalismo de classe que enfrentará o neoliberalismo na América Latina e no Caribe. Essas oficinas devem ser para a transferência de experiências.

Destacamos a necessidade de investir em comunicação como forma de ampliar o alcance da FLEMACON na América Latina e Caribe, propagando a difusão do movimento sindical de base, como parte fundamental da tática e estratégia da luta sindical na região e suas particularidades, como negociações, leis alcançadas pelo movimento sindical, e o repasse de informações como crescimento e solidariedade.

Participantes da reunião da FLEMACON:
Presidente, Lúcia Costa Maia, CTB.
Presidente Adjunto Pedro Mesquita Forte. SindMarceneiros SP. Brasil.
Vice-presidente, Manuel Fernández Leguía. SUTIMAC, Colômbia
Francisco Jara, CNTch, Chile.
Secretário Adjunto Jorge Hernández Silva. SINTEC, Chile.
Julio Cesar Marrero Batista, SNTC Cuba.
Félix Rosales, Cesar Soberón, FTCCP, Peru
Ednalva Bispo, Fetracom-BASE, Bahia, Brasil
Camilo Encino, Chile
Valerio Ayaviri, Confederação Sindical dos Trabalhadores da Construção Civil da Bolívia, CSTCB.
Ernesto Trigo, gerente do cone sul da FSM e líder do Sindicato Argentino de Fabricantes de Couro-S.A.M.C.
Jaime Caballero, Sindicato Nacional Único de Trabalhadores da Indústria da Construção e Similares- SUNTRACS do Panamá
Daniel Diverio, Presidente da UITBB, Secretário Geral do SUNCA.

Para enfrentar a desigualdade, os trabalhadores não devem pagar pelas crises sanitárias e econômicas inflacionárias, que o capitalismo produz. Unidos fortalecemos as organizações sindicais classistas para avançar junto com os trabalhadores e enfrentar as lutas futuras da FLEMACON, seguimos uma linha classista com a tática e a estratégia particular de cada organização sindical, garantindo o crescimento e fortalecimento da FLEMACON, entendemos que o inimigo é um em comum, nos uniremos na diversidade e particularidade para avançar e lutar contra o neoliberalismo, oligarquias e a extrema direita fascista.

Nesta 1ª reunião executiva da FLEMACON 2023, agradecemos a solidariedade do SUNCA e sabemos que a participação que os elementos ideológicos e políticos sindicais de classe potencializam, é uma injeção de união e solidariedade para fortalecer a região e enfrentarmos juntos as lutas que serão no futuro vitórias.

VIVA A AMÉRICA LATINA E O CARIBE UNIDOS!!! VIVA FLEMACON!!!

Montevidéu-Uruguai, 15 de fevereiro de 2023.

COMITÊ EXECUTIVO FLEMACON